Arquivos da categoria: Notícias

34ª Feovelha em Pinheiro Machado de 25 a 27 de janeiro 2018



Dê sua nota!  
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 voto, média: 5,00 de 5)
Loading...


A 34ª Feovelha em Pinheiro Machado acontecerá nos dias 25, 26 e 27 de janeiro de 2018, no Parque Charrua, localizado na RS 265, a aproximadamente uns 3 km do centro da cidade.

A Feira e Festa Estadual da Ovelha é promovida pelo Sindicato Rural de Pinheiro Machado com o apoio da Arco, Emater, Sistema Farsul,  Estado, Município e o Legislativo.

É uma feira agropecuária, seu objetivo inicial era reunir toda a classe de ovinocultores num mesmo dia e local, e fomentar o comércio de ovinos. No entanto, como as culturas são dinâmicas e devido as descobertas de novas potencialidades econômicas agregaram-se outros produtos do município, e de cidades vizinhas, tais como os azeites e vinhos produzidos nos solos pinheirense entre outros produtos; projetando as potencialidades produtivas da região para outras localidades e Estados.

Assim, é uma feira muito esperada por todos, tanto criadores de ovelhas, produtores e comerciantes em geral, tais como proprietários de bares, restaurantes, hotéis entre outros que se beneficiam com a vinda dos visitantes à feira.

O presidente do Sindicato Rural, Gabriel Camacho, nos diz que “Não só para a metade da região sul, mas para todo o Brasil, o município é reconhecido em termo de qualidade e quantidade de ovinos. Nas edições anteriores da Feovelha foram somando outras atrações: rodeios, veloterras, shows, mas para essa edição de 2018 foi focado na ovelha, é a principal potencialidade, não que em 2019 não possam retornar as outras atrações”.

Gabriel Camacho está otimista com o evento, disse que “Todos os 20 estandes do pavilhão da indústria e comércio já estão lotados, ainda tem os da agricultura familiar que é com a EMATER, também é importante salientar que a entrada para os visitantes é gratuita, é um evento oficial e se algum visitante quiser pode inclusive comprar tratores e equipamentos agrícolas, pois na própria feira tem como fazer um financiamento”.

Cátia Simone Gabriel da Silva
Antropóloga Social e Cultural

Confira a programação completa:

DIA 25/01/2018 – QUINTA-FEIRA
Até às 12h – Chegada dos animais de todas as raças ao galpão e rústicos destinados à julgamento;
14h – Julgamento de Admissão de todas as raças;
Até às 18h – Chegada dos animais destinados ao “REMATÃO”.

DIA 26/01/2018 – SEXTA-FEIRA
Até às 10h – Recepção e instalação dos artesãos no espaço temático EMATER;
09h – Reunião Regional 7 – Palestra: “Produção de Terneiros para Exportação”;
08h – Julgamento de Classificação de todas as raças;
10h – Oficina SENAR-RS;
14h – Abertura Oficial;
14h – Início do REMATÃO;
15h – Continuação Julgamento de Classificação.

DIA 27/01/2018 – SÁBADO
Até às 12h – Inscrições para concursos de artesanatos – EMATER;
10h – XIII Concurso Municipal de Borregas 2 dentes;
10h – Leilão Pista A: Île de France, Texel, Hamphsire Down, Sulfolk, Poll Dorset, Dorper;
10h – Leilão Pista B: Merino Australiano, Romney Marsh, Karakul e Crioula;
11h – Assembléia Geral Associação do Ideal;
14h – Oficina SENAR-RS;
14h – VIII Concurso de Peles Curtidas;
14h30min – XI Concurso de Artesanato em lã;
15h – Leilão Pista A: Raça Corriedale;
15h – Leilão Pista B: Raça Ideal;
17h – Premiação de Concursos e Destaques – EMATER.

Programação Diária EMATER
– Feira de Plantas Bioativas e Ornamentais;
– Mostra dos tipos de lãs e peças artesanais;
– XXIX Feira do Artesanato em Lã.

Foto: Pedro Revillion

Cultivo de oliveiras em Pinheiro Machado



Dê sua nota!  
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 voto, média: 5,00 de 5)
Loading...

O município de Pinheiro Machado foi identificado como o melhor lugar no Brasil para o cultivo de oliveiras. Isso se deu devido aos aspectos da territorialidade, tais como: clima, solo e altitude. Essas especificidades oportunizam boa produção de azeitonas que dão origem a azeites de ótima qualidade.

Na Fazenda Guarda Velha, em Pinheiro Machado, encontra-se a maior produção de azeitonas do Brasil, com 90 mil pés cultivados em 300 hectares. Também tem a Olivarium Indústria de Azeite. Não só as grandes empresas estão produzindo azeites de ótima qualidade na região, pequenos produtores rurais também, fazendo o beneficiamento das azeitonas na indústria da família Batalha, assim todos que estão cultivando oliveiras têm como extrair o azeite em Pinheiro Machado.

Uma peculiaridade é a criação de ovelhas concomitante ao cultivo das oliveiras, assim que as plantas completam três anos, os rebanhos de ovelhas passam a utilizar o mesmo espaço, se alimentando das gramíneas, mantendo assim o terreno limpo de ervas daninhas, o solo pedregoso é ideal tanto às oliveiras quanto as ovelhas, casamento perfeito que beneficia a economia do município e da região.

O Estado do Rio Grande do Sul é o maior produtor de azeitonas do Brasil, porém a produção ainda é pequena frente a quantidade importada. Aqui no Sul temos espaços suficientes, clima e solo favoráveis para aumentar a produção de azeites, então se conclui que só está faltando produtores com disposição para entrar no ramo do cultivo de oliveiras.

Texto por: Cátia Simone Castro Gabriel da Silva
Antropóloga Social e Cultural

UFPel demonstra interesse em retornar a Pinheiro Machado



Dê sua nota!  
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 voto, média: 5,00 de 5)
Loading...

A ideia conta com o apoio dos municípios que compõem o Cideja

Por João Andre Lehr 11:30 – 23/06/2017 www.tribunadopampa.com.br

Em março de 2011, a UFPel inaugurou um Núcleo em Pinheiro Machado, que foi fechado efetivamente em 2015, após formatura de uma turma de Gestão Ambiental
Foto: Arquivo TP
A Universidade Federal de Pelotas (UFPel) demonstrou novamente interesse em atuar em Pinheiro Machado. A UFPel havia aberto um Núcleo na cidade, tendo funcionado durante os anos de 2011 a 2015, quando uma turma do curso de Gestão Ambiental foi formada.

Um entendimento diferente entre uma gestão e outra da reitoria da universidade, fez com que a extensão fosse retirada de Pinheiro Machado. Agora, quando retorna ao comando da instituição o grupo que entende ser importante a UFPel estar mais presente na região onde atua, se renovou a esperança de Pinheiro Machado novamente ser contemplada.

Segundo relata ao TP o prefeito Zé Antônio, em conversa recente com o novo reitor Pedro Rodrigues Curi Hallal, este demonstrou o interesse em retomar a ideia de um núcleo da universidade no município. Naquele momento, conforme o prefeito, ele levantou a possibilidade de se unir esforços da região, através do Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento Regional dos Municípios da Bacia do Rio Jaguarão (Cideja), com o intuito de concretizar o retorno.

Na última semana, reunidos no auditório do Sindicato Rural de Pinheiro Machado, representantes dos sete municípios que compõem o Cideja e da UFPel, aprofundaram o debate em torno do assunto. De acordo com Zé Antônio, a universidade salienta que o modelo implantado anteriormente não é mais possível devido ao momento econômico que passa o Brasil, contudo, através de parcerias com os municípios é possível a viabilização. “Há um entendimento e uma vontade regional”, assinala o prefeito.

Na oportunidade, os representantes da UFPel visitaram instalações de educação do município, principalmente as escolas, onde, segundo Zé Antônio, será possível instalar a universidade no período noturno, principalmente.

CURSOS – Na ocasião, os municípios debateram a necessidade de que a UFPel possibilite cursos na área de Educação, ou seja, para a formação de professores, principalmente em áreas como matemática, português, química e física, entre outras, que irão atender as carências das redes municipais de ensino.

Também se debateu a implantação de cursos na área de gestão pública, energia (térmicas a carvão e madeira e eólica), bem como, voltadas a agricultura, com perspectivas as novas culturas como sojicultura, vitivinicultura (uva e vinho) e olivicultura (azeite).

PASSOS – Ainda, conforme Zé Antônio, tudo está no campo das ideias e não existe nenhum encaminhamento prático. Neste momento, a UFPel ficou de realizar um estudo aprofundado sobre a viabilidade de implantação, inclusive fazendo levantamento de custos. “O importante é que o debate foi reaberto e uma vontade mútua entre a universidade e os municípios. Vamos trabalhar para que isso se torne realidade”, afirma o prefeito.

Projeto quer regularizar feiras itinerantes de Pinheiro Machado



Dê sua nota!  
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

O Projeto de Lei nº 12/2017 deu entrada na Câmara Municipal de Vereadores, no dia 13, e visa à regulamentação da realização de feiras itinerantes/eventuais no município.

Se aprovada, a matéria ainda requer que haja a concessão de licença para as instalações em Pinheiro Machado, que será emitida pelo prefeito, após análise dos pareceres das secretarias da Indústria, Comércio e Turismo; da Saúde e Ação Social; da Fazenda; e da Administração.

A promotora do evento, que deverá ser exclusivamente pessoa jurídica, precisa ainda, portar uma série de documentos que podem ser conferidos na íntegra.

Sobre a definição

São consideradas feiras itinerantes todos e quaisquer eventos temporários, de natureza comercial ou prestação de serviço, que se instalam de maneira transitória em diferentes municípios, cuja atividade principal seja a venda no varejo ou atacado, diretamente ao consumidor final, de produtos industrializados, manufaturados, artesanais ou de prestação de serviços com finalidade comercial, inclusive aquelas realizadas em caminhões, trailers ou assemelhados.

Redator: Tradição Regional
www.jornaltradicao.com.br

Vereador Fabrício Costa (PSB) sugere liberação de ponto de Táxi para estacionamento da população



Dê sua nota!  
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 voto, média: 5,00 de 5)
Loading...

O vereador destacou que a população relata que praticamente não vê táxi no local e que em dias de pico, há poucas vagas de estacionamento no centro

O vereador Fabrício Costa (PSB), apresentou na sessão de terça (06/06) mais uma indicação ao Governo. Desta vez Fabrício encaminhou pedido para que seja feito, através do Conselho Municipal de Trânsito (COMUT), um estudo para liberação do ponto de táxi para estacionamento da população, localizado na Rua Dutra de Andrade no centro da cidade.

O vereador destacou que a população relata que praticamente não vê táxi no local e que em dias de pico, há poucas vagas de estacionamento no centro do município.

Divulgação: PSB Pinheiro Machado

Ponto de Táxi da Rodoviária